Namorando as palavras com a ponta dos dedos

27
Mai 07
 Lagos de sombras e arvoredos de luz nascem nos ângulos do seu corpo obedecendo à dor até à exaustão .
Um vento violento imobiliza seus gestos.
Suas levitadas linhas vocais ancoradas, ficam no fundo do seu ser .
Para sempre inaudíveis .
publicado por Jalves às 11:48
sinto-me:

espero que te sintas melhor em breve
anita a 28 de Maio de 2007 às 21:05

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO