Namorando as palavras com a ponta dos dedos

03
Jun 07
A contenção e intensidade em seus gestos, como escultura em exposição
gravam ilusórias imagens na modulação das ideias, procurando significados ou mensagens sublimadas nesta vontade de intervenção no real quotidiano .

publicado por Jalves às 15:22

Contidos ou intensos, corajosos, então, sempre em frente nesta realidade crua.
Trocando impressões além mar, volta sempre, Jalves, em meus caminhos.
E aqui também bons ventos:
www.diversos-afins.blogspot.com
(revista cultural eletrônica)
Beijos.
leilalopes a 5 de Junho de 2007 às 15:59

bom saber que alguém meu brilho insistente de tão longe.

transgredir a regra do sempre é quase uma festa. depois, a chuva de novidades e um novo eu à mostra.
tanta necessidade de novas experiências.

abraço.
e obrigado pelo comentário!
Yuri Assis a 7 de Junho de 2007 às 17:18

gosto de algumas coisas do futurismo, mas nem tanto, preciso de um pouco de sintaxe pra respirar.
em outras palavras: engoli o "viu" entre "alguém" e "brilho".
Yuri Assis a 7 de Junho de 2007 às 17:20

Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO