Namorando as palavras com a ponta dos dedos

10
Dez 07
Estendíamos as palavras na mesa das diferenças como toalha para uma cerimónia muito especial, e na ponta dos dedos o instrumento fazedor de textos encenando danças antigas.
publicado por Jalves às 00:09

J. Alves, ainda bem que resolveu voltar.
Continuarei, assim, tendo o prazer de ler essas delicadezas, agora que conheci suas letras tão belas.
Obrigada.

beijos
Saramar a 11 de Dezembro de 2007 às 01:11

Sim, brincar com as palavras em brasa, as palavras-barro, as palavras em profusão: para reinventar sentidos e sentires, para compor saberes e sabores... Abraços alados!
Ana Luisa Kaminski a 13 de Dezembro de 2007 às 20:27

Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO