Namorando as palavras com a ponta dos dedos

11
Nov 08

Gastamos as palavras nos dias claros de cansados olhares.

Revolvemos os restos na procura de nossos pedaços de vida.

Projectamos sombras nas paredes vazias dos dias lentos.

E gastos de tanto articular ideias cruzamos a vau os rios da memória.

Sempre, sempre em cheia permanente.

publicado por Jalves às 15:10

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO