Namorando as palavras com a ponta dos dedos

10
Jul 06
A primavéra chegou de lágrima no olhar.
Arrecadara suas tranças de ouro na mala do amanhã.
A seus pés floriam de todas as cores em chão verde maçio.
A hora girou na máquina do tempo os ponteiros maís para diante.
Adormeçida a vida despertava mais devagar para o calor do dia.
publicado por Jalves às 22:16

Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13

16
18
19

24
26
27
28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO