Namorando as palavras com a ponta dos dedos

16
Jun 07
Trazias as palavras por dizer no brilho de teu olhar rasgado de azul
onde céu e terra se união em dias de não mais sentir o ruído das ondas de mansinho na nossa pele salgada de tanto navegar
publicado por Jalves às 18:49

10
Jun 07
O silêncio da luz atravessa-nos com a estranha tensão de uma intimidade.
O vazio e harmonia a calma e equilíbrio dos espaços e das figuras reserva-nos o peso e a angustia das leituras formalistas, essa abstracção insuflada no sentido das palavras.
publicado por Jalves às 09:50

03
Jun 07
A contenção e intensidade em seus gestos, como escultura em exposição
gravam ilusórias imagens na modulação das ideias, procurando significados ou mensagens sublimadas nesta vontade de intervenção no real quotidiano .

publicado por Jalves às 15:22

02
Jun 07
O encontro mudo dos rostos viajava nas linhas invisíveis, como uma ponte entre mãos, contrariando o instinto do afastamento no mero olhar sobre a evidência.
Eram belas suas mãos.
publicado por Jalves às 22:39

Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO